domingo, 17 de outubro de 2010

A Lista

Faça uma lista de grandes amigos,
Quem você mais via há dez anos atrás ...
Quantos você ainda vê todo dia,
Quantos você já não encontra mais?

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar...
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...

Onde você ainda se reconhece,
Na foto passada ou no espelho de agora
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você ?

Quantas mentiras você condenava
Quantas você teve que cometer
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?

Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você.?

(Oswaldo Montenegro)

"...Dos amigos, sobraram poucos,
dos amores jurados pra sempre
ainda preservo você...
o segredo que guardava
ninguém ainda pode saber!..."

6 comentários:

vulcano disse...

lindo!!!!!!!!!!!!!!!

Principe Encantado disse...

Sensacional, vamos caminhando, passando por momentos, pessoas, nessa interminável sequência em busca da paz.
Abraços forte

Samanta disse...

Olá querida !!

Que texto espetacular ! Obrigada por compartilhar !!
Com o tempo acabamos nos dando conta dos valores que mudaram em nossas vidas e das alterações em nossa essência...
Lindíssimo !
Grande beijo !

Anônimo disse...

nao queria ser incorrecto, mas vou correr o risco de dizer....
se assim nao fosse, valeria a pena viver????
se assim nao fosse, valeria a pena lutar????
se assim nao fosse, talvez fosse melhor morrer....
A vida é comparavel a um riacho de agua cristalina, sempre a correr, agitada, turbulenta, linda, de barulho tao musical, e sempre vamnos beber nela, e saciar nossa sede de amor, paz, afecto e amizade....
mas tal como a agua do ribeiro que sempre passa, apressada, nao parecendo querer saber de vc,a vida é o turbuilhao dos que partem, dos que chegam, dos que ficam, de todos aqueles que por algum momento mataram nossa sede de amor, afecto e alegria....
a vida é movimento, nada é estatico, ate nos afectos, por isso o texto so tem o dom de nos alertar para a rotina stressada dos que por nós passam, chegam e partem......ou ficam.
bjs
antonio ferreira
voarnopensamento.blogspot.com

joselito bortolotto disse...

Bem, uma coisa que quase todo mundo faz, substituir ...

Raimundo disse...

Na vida, os amores vêm e vão. Todos perdemos e ganhamos o tempo todo. Reclamamos por perdermos amores, sonhos, amigos... Quem sabe não foram eles que perderam a chance de nos ter a realiza-los.