segunda-feira, 27 de outubro de 2008

"...Saudade..."


...Saudade!!!...
Esta é Josiane, neste dia ela estava comemorando sua formatura, ela havia se formado com louvor em Administração de Empresas, pelo Instituto Mackenzie de São Paulo; exibia com orgulho o broche do instituto, como ela dizia "uma vez mackenzista, sempre mackenzista"; orgulho não só dela, mas de todos nós que acompanhamos seus esforços.
Esta foto foi tirada em 26 de Junho de 1999, no dia feliz desta, não imaginávamos a rasteira que a vida nos passaria algum tempo depois...... Menina bonita, alegre, feliz nos mínimos detalhes de sua vida, amiga e irmã, companheira de algumas traquinagens; mesmo sendo mais velha as vezes me envolvia em seus planos para as festas de final de ano, aniversários surpresas... rsrsrsrs... Saudades!
Nesta época, minha outra irmã, tinha uma casa num camping nos arredores de Itú, estávamos sempre por lá, para vocês terem uma ideia das travessuras, muitas vezes, em pleno mês de Junho (frio que dava dó), mergulhávamos naquela piscina, a algazarra era tanta que acaba aguçando a curiosidade dos outros frequentadores e em poucos minutos a piscina estava cheia de doidos como nós...
A casa estava sempre cheia de amigos e parentes mais próximos que a um convite dela, se locomoviam de suas cidades (algumas aqui de São Paulo, outras do Paraná), para um final de semana; colchões esparramados pelo chão, redes na varanda, música muita música; churrasco, muitas risadas e muitas fotos; ela adorava uma camêra fotográfica; hoje acho que ela queria registrar todos os momentos que por aqui esteve. Num desses fins de semana ela cismou que eu estava grávida e me disse de um jeitinho cantado que ela usava quando queria dizer "eu sei" como se fosse uma criança que descobriu um segredo: "- você está grávida eu vou ter um sobrinho, vai ser Gabriel!!!!" - e não é que ela adivinhou!!!!
Se eu fosse escrever tudo, escreveria um livro!
Estas são recordações de um tempo distante, mas que ao mesmo tempo parece que foi ontem...
Em 27 de Outubro de 2000, com apenas 23 anos, Deus, não sei porque nos tirou a sua presença...
A dor que senti até hoje não sei explicar, talvez por eu te-la visto nascer, ter acompanhado sua vida... não sei... eu simplesmente não acreditava que aquilo estava acontecendo; não podia estar acontecendo, mas... aconteceu!
As vezes ainda choro silenciosamente, não sei se de dor ou de saudades, ou por não compreender...
As vezes ainda me pego pensando porque??? ... não tenho respostas!
sua vida foi curta, mais intensa; ela não tinha dúvidas quanto as coisas que queria fazer, ia e fazia!
não tinha amanhã era o presente, amanhã é amanhã!
Daquele dia em diante nossas vidas mudou completamente, já não temos os teus sorrisos, nem as mesmas alegrias; somos felizes mas nos falta alguma coisa, e apesar das crianças que hoje povoam a nossa casa,
falta a tua presença para compartilhar os risos, as travessuras, as carinhas e as nossas conquistas;
"Falta você nos aniversários"

"Falta você nos Natais nas Viradas de Ano para os nossos pulinhos de comemoração"
"Falta seu sorriso"
"Falta seu tom suave de voz"
"Falta suas mãozinhas maravilhosas"
"Falta você sempre - em todos os nossos espaços e todas as horas de nossas vidas".
Já havia escrito, quando li o que a Carol escreveu; perdoe-me maninha, mas copiei o final de teu texto, e também tua foto, pois eu havia colocado somente a rosa...
(Kássya 27/10/2008)

2 comentários:

Sempre Sua irma disse...

Eh - uma daquelas peças que o destino nos prega e nunca conseguimos entender.
Mas ela estara pra sempre nas nossas vidas, porque como eu disse, dificil falar dela como passado.
Ela esta sempre ali pertinho, quando meio que desajeitadamente programamos as comemoraçoes da familia.
Graças a Deus somos uma familia feliz, e ela foi uma das Bençaos que recebemos para mostrar que sempre vale a pena qualquer esforço.
Hoje faltam alguns pedaços dessa felicidade para que fosse realmente completa.
Mas tudo que ela fez nos mostra ate hoje que temos de insistir para que as crianças da familia aprendam e se deliciem com o prazer destas coisas ou de pequenos gestos.
Beijo

Gato Guga disse...

Dureza prá mim ler mais um depoimento sobre a Josiane. Eu que nem consegui acessar a família tanto assim, fiquei sem entender o porque, mas certamente Ele sabe. Muito bonitos os depoimentos e a Josiane é mais do que merecedora de tudo isso, com certeza.