quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Almas apaixonadas...


Duas vidas...
Dois caminhos diferentes
que por um capricho do destino
se encontram, se nivelam
e seguem paralelos
por um átomo de tempo.
Mãos dadas...
Olhos nos olhos...
Sorriso fácil brincando nos lábios...
O cheiro do mar...
O vento nos cabelos...
A brisa suave no rosto...
O brilho do sol...
O calor dos corpos...
A proximidade das almas...
E os sentimentos
explodindo em turbilhões...
Sonho e realidade se enredando.
Grilhões se rompendo...
Almas apaixonadas,
que libertas da razão
e dos medos internos
se entregam e se recebem
num momento efêmero
de êxtase e paixão...

(Rose Mori)

2 comentários:

Anônimo disse...

A força do sentimento nobre, espelhado aqui, em palavras meigas, doces como mel...., clarom, falas de amor.....
Gostei
bjs
ant.ferreira
voarnopensamento

Mády disse...

Seu espaço ficou tão lindo.Por acaso, encontrei seu blog e gostei muito do que vi.
Essa postagem me faz lembrar o meu amado, duas vidas com caminhos diferentes que se encontraram!


Beijos e muita luz pra ti.Viu?!